Santa Maria Judô mantém escrita e é o grande destaque de mais uma etapa do Campeonato Sul-Brasileiro de Judô – EsporteSUL

0
350

Bom desempenho na quinta etapa assegurou 47 nomes do Santa Maria
Judô no Campeonato Brasileiro e Campeonato Sul-Americano

Iniciado oficialmente em dezembro de 2018 e passar por Rio Grande do Sul,
Santa Catarina, Paraná e Uruguai, o Campeonato Sul-Brasileiro de Judô
retornou ao seu estado de origem no último domingo (21/07) quando
montou seus tatames na cidade de Sapiranga para a realização da quinta e
mais importante etapa do ano.

E entre os aproximadamente 500 judocas dos estados da região sul do país
atrás de honrarias, prêmios do Circuito e principalmente índice para o
Campeonato Brasileiro e Campeonato Sul-Americano, ambos em novembro,estavam cem atletas com o escudo do Santa Maria Judô e Judô Castelo Branco em seus kimonos.
Repetindo talvez a cena mais vista na história do judô gaúcho, o Santa Maria
Judô, equipe que tem aporte do Proesp (Programa Municipal de Apoio e
Promoção do Esporte), foi o grande destaque da disputa chancelada pela
Liga Nacional de Judô e realizada pelo Judô Sul e Liga Riograndense de Judô
ao terminar em primeiro lugar no ranking das entidades. Já o Judô Castelo
Branco encerrou sua participação na quinta posição.

– Foi um campeonato de altíssimo nível, o que nos honrou muito ter
conseguido chegar neste primeiro lugar. Tivemos diversos destaques neste
campeonato, como o Jason Dornelles, Gabriel Gressler, Jaderson Freitas,
Bárbara e Lavínia Martins Pires. Foi muito importante este resultado no
ranking. Mantemos a nossa hegemonia no sul do Brasil. Agora o maior desafio
e que vem pela frente é o Campeonato Brasileiro, em Minas Gerais, que
vamos fazer um esforço muito grande para participar, e no mês de outubro
em Santa Maria o Campeonato Estadual, que nos vamos tentar manter
também nossa hegemonia. – diz Aglaia Pavani, responsável pelo Santa Maria
Judô.
Dos 80 judocas do Santa Maria Judô 47 deles garantiram classificação para o
Campeonato Brasileiro e para o Campeonato Sul-Americano. Enquanto que
dos 20 nomes do Judô Castelo Branco doze deles asseguraram suas vagas
nas duas competições.

– No resultado geral da competição, entre os estados, a seleção gaúcha foi
vitoriosa com determinada folga. Entre as entidades, a história foi bem
diferente. Só soubemos o resultado nas últimas lutas do evento em uma
batalha acirrada entre a entidade da casa e o Santa Maria Judô. Mas foi a
entidade de Santa Maria que mais uma vez saiu vencedora, mantendo a
hegemonia desse ano com todos os títulos das 5 etapas disputadas até o
momento. – acrescenta Luiz Pavani, vice-presidente da Liga Nacional de Judô.
Agora as atenções do Santa Maria Judô e Judô Castelo Branco se voltam para
a Super Copa Alegrete de Judô, válida pela sexta etapa do Circuito SulBrasileiro e datada para o dia 1º de setembro, em Alegrete.